Amigo do Clima

A EcoRodovias, pelo quinto ano consecutivo, compensou suas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) por meio da participação do Programa Amigo do Clima.

Neste ano, um total de 9.256,67 toneladas de CO2 foram compensadas utilizando créditos de carbono vinculados ao Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), no âmbito do Protocolo de Quioto da Organização das Nações Unidas (ONU).

Esse volume representa a totalidade das emissões de GEE diretas de suas operações (escopo 1), indiretas pelo consumo de energia elétrica (escopo 2) e outras emissões indiretas relacionadas ao transporte de seus colaboradores (escopo 3).

Alinhada a seus projetos de eficiência energética e Integrada ao movimento de descarbonização da matriz energética global, a EcoRodovias entende que investir em créditos de carbono gerados a partir de fontes renováveis é uma forma de incentivar a produção e o uso de energias limpas. Por isso, o projeto escolhido para a compensação foi o Complexo Eólico de Santa Vitória do Palmar e Chuí, um dos maiores e mais importantes parques eólicos do Brasil, com 402 MW de potência instalada. A seleção desse projeto levou em consideração o fato de ele estar localizado próximo do Superporto de Rio Grande, um dos maiores portos da Região Sul do Brasil e ponto de partida ou destino de inúmeros usuários da Ecosul, uma importante concessionária do Grupo.

QR Code de rastreamento Amigo do Clima

Acesse a ação de compensação do Grupo EcoRodovias utilizando o código de rastreamento AC18079 no site www.amigodoclima.com ou via QR Code.